detetive particular, Detetive particular: casos de pessoas desaparecidas

Detetive particular: casos de pessoas desaparecidas

Entenda por que o detetive particular é essencial em casos de pessoas desaparecidas

Dados divulgados pelo Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2018 apontam que Brasil tem mais de 80 mil pessoas desaparecidas. Infelizmente, esse número não para de crescer e assombra a vida de milhões de famílias. Vale ressaltar que as autoridades locais possuem inúmeras ocorrências para atender e por isso, muitas mães se encarregam de realizar investigações por conta própria, mas sem suporte não é uma tarefa fácil chegar às respostas necessárias.

Infelizmente é uma coisa muito comum e casos como esse acontecem todos os dias. Porém, ao ver notícias do gênero sendo vinculadas nos demais veículos de comunicação, nunca imaginamos que isso possa ocorrer com a gente. Contudo, o fato é que todos estamos sujeitos a sermos vítimas ou até mesmo ter alguém próximo que desapareça.

Nesse momento, é importante manter a calma para conseguir tomar as devidas providências, mas a verdade é que muitos não sabem o que fazer no desespero. Por essa razão, o trabalho de um detetive particular é essencial em casos de desaparecimentos.

Como agir de imediato?

O primeiro passo é reunir os amigos e familiares e ligar para todos os conhecidos para saber se possuem alguma informação. Se a resposta for negativa, ligue para locais como hospitais, postos de saúde, trabalho ou escola em que a pessoa frequenta diariamente. Se souber o último lugar em que ela foi vista, faça uma busca pelos arredores e converse com as pessoas à volta, espalhe fotos, publique e compartilhe nas redes sociais, em grupos específicos e deixe a publicação pública para que outras pessoas também possam compartilhar.

O Boletim de Ocorrência é outro ponto que não pode ficar para segundo plano. Faça-o imediatamente e ligue para o Disque Denúncia. Dessa forma, centros de autoridade saberão sobre o desaparecimento e a procura pode repercutir até mesmo nos programas de televisão, rádio, matérias de jornais e revistas, entre outros meios. Veja alguns neste link o que fazer e em quem recorrer em casos de pessoas desaparecidas

Lei da Busca Imediata para crianças e adolescentes

Se engana quem ainda acha que para ser considerado desaparecimento, deve respeitar o tempo de 24 horas para fazer o registro. A Lei nº 11.259/2005 determina a investigação policial imediata em desaparecimentos de crianças e adolescentes.

Idosos desaparecidos

Outro alvo para situações delicadas como essa, são os idosos. Alguns sofrem de doenças como Alzheimer, outros são vítimas de assalto e sequestro quando vão sozinhos aos bancos. Sendo assim, vá até o banco e mostre o Boletim de Ocorrência para que qualquer tipo de acesso a conta ou cartão seja cancelado.

Se você tem um idoso na família, tome o máximo de cuidado e sempre o acompanhe. Em caso de doenças, tenha alguém para cuidar dele enquanto você está fora. Se ele já desapareceu, o detetive particular é a sua solução.

Não procure sozinho, contrate um Detetive Particular

Contrate um detetive particular e tenha o auxílio de um profissional que focará toda sua atenção na busca da pessoa procurada, afim de encontra-la o mais rápido possível. Além disso, ele usará o conhecimento e as técnicas que tem a seu favor, sendo a alternativa certa para ajuda-lo em uma investigação que acontecerá 24 horas.

A angústia da família em encontrar o ente querido bem e com vida é grande demais para esperar que as autoridades tomem conta de milhões de casos de desaparecimento, embora as intenções sejam boas. Por isso, não hesite em contar com o detetive particular.